Wendell Che pode ser um dos mais bem votados para a Câmara de Luziânia


Wendell Che e Ana Lúcia

Aliado histórico da vereadora Ana Lúcia, que agora concorre ao cargo de vice-prefeita, Wendell Che vem se destacando não apenas pela possibilidade de se tornar o herdeiro político da parlamentar mais bem votada da história de Luziânia (com a qual dividiu o ônus de fazer oposição fortíssima contra Cristóvão), mas também pelo apoio que recebeu de sua categoria ao lançar sua candidatura.


Declarado como vereador da EDUCAÇÃO, Wendell conseguiu trazer para si um nicho que nenhum outro candidato a vereador de Luziânia tem, a militância de uma classe inteira (mais de mil servidores). Isso porque para os professores e demais servidores da pasta, eleger o professor virou questão de honra devido a sua luta de quase uma década pela categoria.



O trabalho como jornalista e seus embates com o prefeito Cristóvão também contribuem para tornar Wendell um candidato que pode surpreender: Sempre esteve do mesmo lado, está no mesmo grupo político há 10 anos, defende as mesmas causas esse tempo todo e nunca deixou de denunciar casos de corrupção e mau uso do dinheiro público que envolviam o executivo local. Inclusive, foi um dos poucos que teve coragem de se manifestar publicamente sobre os casos de assédio sexual supostamente cometidos pelo prefeito Tormin. “Jamais deixaria de ficar do lado das vítimas para ficar do lado do suposto agressor”, disse Che.


O professor afirma que se eleito irá focar seu trabalho na defesa dos direitos dos servidores públicos, em especial da educação, no combate a corrupção (como sempre fez) e buscará incessantemente a melhoria da qualidade da educação no município. “O novo Fundeb direciona 40% das verbas federais para a educação infantil. Lutarei para que mais creches sejam construídas para ajudarmos as mães que precisam trabalhar”. Afirmou.


Wendell Che foi eleito, em 2017, Conselheiro Municipal de Educação com maior votação da história do órgão, é casado, tem um filho adotivo e milita pela educação de Luziânia desde 2012, quando assumiu o cargo de professor do município.

293 visualizações0 comentário