• Vinícius Abrantes

Professores fazem carreata em Luziânia pelo pagamento do Piso Salarial


Reprodução da internet

Cerca de 100 carros, com escritos de #EdnaPagueOPiso participaram de uma carreata organizada por um movimento de professores que lutam pelo pagamento correto do Piso Salarial Nacional dos Magistério no município.

O Movimento teve início no dia 20 de agosto quando foi aprovada uma Lei que proíbe reajuste salarial a todos os servidores públicos do Brasil. “Na ocasião, pensamos, já que não teremos reajuste salário, vamos nos unir e lutar para que a atual gestão reveja a tabela salarial dos professores que não contempla a Lei do Piso”, disse Suelen Morais, líder do movimento. “E logo tivemos adesão de todos os colegas, afinal, Luziânia é a única cidade do entorno que não paga o Piso aos seus professores”, completou.


Suelen Ressalta ainda que a revisão da tabela salarial e o cumprimento devido da lei do Piso não é reajuste salário, “é apenas a adequação de uma Lei municipal, no caso, o Plano de Carreira, a uma Lei Federal, a Lei do Piso”, disse.


Após a manifestação a prefeita interina, Edna Aparecida, falou com os professores mas não disse se vai ou não cumprir a lei.


Fonte: Jornal O Grito

166 visualizações0 comentário

© 2020 por Jornal O Democrático.  Orgulhasamente criado por Funfix Digital.

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook Black Round