Polícia Civil de Luziânia captura membro de organização criminosa no Parque Mingone II


A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Luziânia, cumpriu, no dia 10 de maio, um mandado de prisão preventiva em desfavor de M.V.S.S, no bojo da Operação Priberam.


O preso é investigado pela CORPATRI, da Polícia Civil do Distrito Federal, pelos crimes de organização criminosa, roubo de veículo e receptação qualificada. Consta na investigação que o preso possui papel fundamental na organização criminosa, sendo o responsável por adquirir veículos proveniente de ilícitos penais.


No dia 30 de março deste ano, o GEPATRI de Luziânia, acompanhado de uma equipe da PCDF, havia realizado buscas nos endereços do investigado no Setor Jóquei Club, Luziânia/GO. Contudo, naquela ocasião, o preso não fora encontrado.


Desde então, a equipe do GEPATRI de Luziânia realizou trabalho incessante para localizar e prender o foragido, que foi encontrado após intenso trabalho de investigação e inteligência da PCGO.


O investigado possui diversas passagens policiais nos crimes de roubo de veículo, receptação qualificada, associação criminosa e roubo.


M.V.S.S. foi detido no Setor Mingone II, em Luziânia, momento que foi abordado pelos agentes de polícia do GEPATRI e conduzido ao Complexo de Delegacias Especializadas de Luziânia para cumprimento do referido mandado e condução do preso ao CPP de Luziânia.


219 visualizações0 comentário