Pesquisa: Ronaldo Caiado lidera a disputa por reeleição em Goiás

Atual governador tem 37% das intenções de voto e é aprovado por 56% dos goianos, segundo o instituto Real Time Big Data



O governador Ronaldo Caiado (União Brasil) lidera a disputa pela reeleição no governo de Goiás, segundo pesquisa divulgada nesta sexta-feira, 29, pelo instituto Real Time Big Data. Caiado tem 37% das intenções de voto, contra 20% do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) e 19% do ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (Patriota), que empatam tecnicamente na margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos.


Caiado tem a seu favor o índice de avaliação do seu governo: 56% dos eleitores entrevistados aprovam a atual gestão e 45% a consideram ótima ou boa. O governador deve contar em seu palanque estadual com a presença do candidato à Presidência da República, Ciro Gomes (PDT).


Major Vitor Hugo (PL), por enquanto o nome do presidente Jair Bolsonaro (PL) no estado, e Wolmir Amado (PT), o candidato atual do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), aparecem atrás com 10% e 5%, respectivamente. Cintia Dias (PSOL) tem 1%.


Helga Martins (PCB), Edigar Diniz (Novo), André Antonio (PROS) e Reinaldo Pantaleão (UP) não pontuaram. São 4% de brancos e nulos e 4% que não sabem ou não responderam.


Senado

Quem lidera a corrida para representar os goianos no Senado é o nome da chapa de Caiado, o deputado federal Delegado Waldir (União Brasil), que tem 10%. No entanto, o cenário é mais embolado — Waldir está empatado tecnicamente com Wilder Morais (PL), que tem 10%, e João Campos (Republicanos), com 9%. Empatado com os dois últimos está Alexandre Baldy (PP), com 8%. Morais, Campos e Baldy são de partidos que compõem a base bolsonarista no âmbito nacional.


Luiz do Carmo (PSC) tem 3%, Lissauer Vieira (PSD) tem 2% e Leonardo Rizzo (Novo), Denise Carvalho (PCdoB), Manu Jacob (PSOL) e Eduardo Rodovalho (PROS) têm 1%. Cristiano Cunha (PV) não pontuou. São 28% de brancos e nulos e 21% que não sabem ou não responderam.


O Real Time Big Data ouviu 1.500 eleitores entre os dias 27 e 28 de julho, e cadastrou a pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o registro GO-08274/2022.

728X90PX.gif