Paciente com Síndrome de Down tem alta no HRL após 25 dias de internação


Do Piauí, Ernandes Dias Soares conseguiu vencer a batalha do coronavírus e comemorou com a família.


Lutar pela vida em todos os momentos. Esta é a lição que Ernandes Dias Soares, 39 anos, portador da Síndrome de Down, deixou à equipe de saúde e aos amigos que fez no Hospital Regional de Luziânia. Ele teve alta depois de 25 dias de internação com diagnóstico de Covid-19.


“Nandinho”, como é chamado carinhosamente pela família, é da cidade de Anísio de Abreu, no Piauí. Viajou com os pais e a irmã por 1.090 quilômetros até o município de Planaltina de Goiás, mas a família se contaminou no caminho ao entrar em contato com o motorista de ônibus que estava infectado. A viagem era necessária para cuidar de uma parente portadora de Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), uma doença autoimune e degenerativa.


Além da síndrome de down, Ernandes tem também diabetes e colesterol alto, o que agravou o seu caso. Transferido de Planaltina de Goiás para Luziânia, ele pode ser acompanhado pela irmã Joana Dias, profissional de saúde. “Foi uma angústia tremenda para todo mundo. Tudo o que queríamos era nosso ‘Nandinho’ de volta com saúde. Foi de partir o coração”.



O apoio de Joana foi fundamental para que “Nandinho” pudesse deixar a UTI e ir para a enfermaria. A alta foi festejada por toda equipe médica do hospital com os parentes que vieram de Planaltina especialmente para recebê-lo.

“Ficamos extremamente felizes pela recuperação do Ernandes. Ver o sorriso dele novamente no rosto foi o que nos deu a certeza de que conseguimos o nosso objetivo maior”, diz o diretor do HRL, Francisco Amud.

Ernandes ficou ainda 14 dias em recuperação na casa de parentes em Planaltina de Goiás, mas já conseguiu voltar para o Piauí, onde também foi recebido com festa e bolo pelos familiares.

9 visualizações0 comentário