Hospital do Jardim do Ingá não possui alvará

A informação foi obtida com exclusividade pelo canal de comunicação O Democrático

Hospital do Jardim do Ingá

Em meio a pandemia, o Hospital Regional do Jardim do Ingá atende sem alvará de funcionamento. Com exclusividade, obtivemos a informação que o hospital não detém das permissões e documentações totais exigidas por lei.


O problema não é exclusivo do nosso município. Um levantamento feito pelo Poder360, aponta que aproximadamente 50% dos hospitais da rede estadual funcionam sem alvará. O estudo não abordou os hospitais municipais, que é o nosso caso.


O curioso é que os hospitais que não possuem alvará funcionam normalmente por causa de uma brecha na lei, que os permite funcionarem sem ter que passar pelo mesmo rigor fiscalizatório que paira sobre as unidades de saúde privada e demais setores.


Apuramos que devido à falta de alvará, o Hospital Regional do Jardim do Ingá, deixa de receber fundos compensatórios do Ministério da Saúde e de outras entidades pelos procedimentos realizados. A cada cirurgia, internação ou procedimento cirúrgico de complexidade, é destinado um valor para a unidade realizadora que possui alvará. Não tendo a permissão, o valor não é repassado. Este é o nosso caso.


Também conseguimos apurar que o Hospital de Novo Gama, recentemente conquistou o alvará e está fazendo o bom uso de todos os recursos compensatório concedidos pelo Ministério da Saúde e demais programas governamentais. Finalizo com uma reflexão: O hospital não possui alvará, mas o pequeno comerciante, muitas das vezes se sente coagido por não ter simples alvará de bombeiros ou de postura, não é mesmo?


308 visualizações0 comentário