Dez candidatos a vereador já tiveram candidaturas indeferidas mesmo após apresentarem recursos

Até a publicação desta matéria, dez registros de candidaturas já haviam sidos indeferidos.

Candidatos indeferidos com recurso

Nas eleições 2020, Luziânia teve 465 registros de candidaturas para vereador. Até publicação desta matéria, 430 registros já haviam sido deferidos, ou seja, esses candidatos estão regulares, com dados e documentação completos e que atenderam aos requisitos da candidatura, com pedido já julgado pela Justiça Eleitoral.


Até o momento, 10 registros estão indeferidos com recursos, candidatos não regulares e com pedidos de registro julgado indeferido; no entanto, há recurso interposto contra essa decisão e aguarda julgamento por instância superior.

Candidatos indeferidos após apresentarem recursos:

  1. Ana Paula Cotrin

  2. Dirceu batista dos santos

  3. Ecio Carlos de Mendonça

  4. Emanuelle maria dos Santos Silva

  5. Gerson Bernardes de Abreu

  6. Lucas Pereira de Souza

  7. Mardônio Florentino Martins

  8. Jaqueline Aparecida dos Santos Cristóvão

  9. Iago Greyton Pinheiro Veras

  10. Ruberval Alves Rosendo

Dos indeferidos com recurso, dois candidatos ganharam destaque nos bastidores da política de Luziânia, a vereadora Jaqueline (PSD) e o ex-secretário de segurança, Mardônio Florentino (PC do B).


Mardônio foi considerado justiça inelegível por estar em cumprimento de pena em regime semiaberto e com tornozeleira eletrônica. Quando secretário de Segurança, Mardônio foi condenado a cinco anos e nove meses de reclusão em regime semiaberto e pagamento de 35 dias de multa por conduta delituosa de compra de votos.


Já Jaqueline, teve as contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) quando atuou como secretária de Educação de Luziânia.

1,178 visualizações0 comentário