Denúncia do MP-GO contra prefeito de Luziânia por tentativa de estupro é recebida pela Justiça


Cristóvão Tormin

O Juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca de Luziânia recebeu denúncia oferecida pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) contra o prefeito Cristóvão Vaz Tormin pelo crime de tentativa de estupro de uma servidora municipal, ocorrido em setembro de 2012.


Conforme relatado, o fato ocorreu em setembro de 2012, no escritório político de Tormin na cidade de Luziânia, quando ele ainda ocupava o cargo de deputado estadual. 

Na mesma peça acusatória, o MP-GO denunciou o prefeito pelo estupro dessa vítima.


Esse segundo crime aconteceu em outubro de 2014, dentro do gabinete do denunciado, já ocupante do cargo de prefeito. Em relação a esse fato, a decisão judicial foi pelo encaminhamento do relato para a segunda instância, ou seja, ao Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO).


Outros casos

Oriunda da 6ª Promotoria de Luziânia, a denúncia foi oferecida na primeira instância em razão de os fatos serem relacionados ao período em que Tormin era deputado (2012) e também a episódio ocorrido no primeiro mandato (2014). As demais suspeitas relacionadas a crimes da mesma natureza praticados no atual mandato continuam sendo apuradas pela Procuradoria de Justiça Especializada em Crimes Praticados por Prefeitos. Os fatos chegaram a resultar no afastamento de Tormin do cargo pelo período de 180 dias.


(Texto: Cristina Rosa/Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

383 visualizações0 comentário