• Vinícius Abrantes

De improvável a fenômeno na política de Luziânia; Conheça a trajetória da Diretora Ana Lúcia

Com apenas 8 anos de vida pública, Ana Lúcia se tornou uma das principais figuras política de Luziânia.


Diretora Ana Lúcia

A trajetória de vida e política da Diretora Ana Lúcia foi construída com muitos obstáculos e superações. O seu primeiro grande desafio foi gerir o Colégio Estadual Vasco dos Reis Gonçalves. Na época, para ser eleita democraticamente a função de diretora, ela teve que realizar um grande trabalho de convencimento e encorajamento de alunos e pais, pois até então, o Colégio tinha uma imagem negativa e necessitava de muitas melhorias.


Após eleita à diretora do Colégio, Ana Lúcia construiu um grande legado, fez uma excelente gestão, modernizou o Colégio e trouxe melhorias significativas. Após a gestão de Ana, a instituição de ensino passou a ser referência no estado. Com a grande aceitação do povo pelo trabalho realizado à frente do Colégio, Ana foi motivada por pais, alunos e profissionais da educação a ser candidata a vereadora.


O primeiro grande passo foi dado em 2012, Ana colocou o seu nome à disposição do povo para ser vereadora. Foi uma campanha muito difícil, sem recursos financeiros, ela contou com o principal, o apoio do povo. Durante a campanha, Ana escutou diversas vezes que seria impossível ser eleita, que ela não tinha condições financeiras para concorrer um pleito, engano de quem pensou assim. Ela foi eleita com 1.247 votos, dos 19 eleitos, ela conquistou a 15ª cadeira.


O que Ana Lúcia precisava era de uma grande oportunidade, e ela teve. Em seu mandato de 2012 a 2016, realizou um trabalho impecável, saiu de improvável para ser a maior referência política da cidade. Com grandes atuações de fiscalização ao erário público e ações realizadas em seu gabinete, Ana passou a ser modelo para os demais vereadores. A prova disso foi a sua reeleição em 2016, quando conquistou os incríveis 3.249 votos, deixando de ser a 15ª mais votada na eleição de 2012 e passou a ser a vereadora mais votada da história de Luziânia. Superou inclusive a votação recebida por de Cristóvão Tormin em 2004, quando foi candidato a vereador e obteve 2.918 votos.


Prestes a finalizar o segundo mandato, Ana Lúcia decidiu dar um grande passo, optou por colocar seu nome à disposição para concorrer a cadeira de vice-prefeita da cidade. Antes de tomar a decisão, ela consultou por diversas vezes a comunidade, sempre que recebia o povo no gabinete ela falava de sua pretensão e perguntava se era isso que eles queriam para o futuro político dela, a resposta foi unanime, sim! O povo pediu Ana Lúcia no executivo.


Tendo como base o apoio e incentivo do povo, Ana Lúcia arriscou, deixou de disputar uma vaga de vereador, que facilmente seria eleita, para estar à disposição para representar o distrito do Jardim do Ingá e Luziânia no executivo. Uma escolha arriscada, pois caso não seja eleita, Ana terá que aguardar as próximas eleições para poder novamente ocupar um cargo político. Mas a sua confiança é muito grande, isso porque ela tem o povo ao seu lado, a população que a vez ser a vereadora mais votada da história será a mesma que irá elegê-la.


Por fim, A proposta de governo do candidato a prefeito, Diego Sorgatto (DEM) é, deixar sob responsabilidade de Ana Lúcia a subprefeitura do Jardim do Ingá, dando a ela total autonomia para gerir o distrito. A expectativa dos moradores é grande, isso porque acreditam que o distrito estando sob os cuidados de Ana irá evoluir, pois receberá grandes melhorias.

216 visualizações0 comentário