CML realiza sessão especial em alusão ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra Idosa



A data criada pela Organização Mundial da Saúde tem objetivo de discutir políticas públicas para combater essa realidade. Na oportunidade, a Câmara Municipal de Luziânia realizou sessão proposta pelo vereador Andrezão e aprovada por todos os vereadores. O evento ocorreu na última quarta-feira (15/06), no Plenário José Rodrigues dos Reis, presidida pelo vereador Chico da Antárctica e contou com a presença do secretário de Governo, Gastão Leite (representando o prefeito Diego Sorgatto), Ex-deputado do Distrito Federal, Ricardo Quirino, Antônio Ribeiro, representante do Grupo Calebe DF e Entorno, e os vereadores: Dra. Claese Rocha, Lena do Edgar e Passos.


Cerca de 250 pessoas participaram presencialmente do evento, entre elas lideranças de entidades que defendem e auxiliam a pessoa idosa. A vereadora Dra. Claese Rocha lembrou que o idoso tem leis e estatuto que precisa ser cumprido. "Tivemos avanços e precisamos conquistar ainda mais", destacou a vereadora, se comprometendo para se envolver ainda mais para os próximos eventos em defesa da terceira idade.


Durante a palestra do ex-deputado do Distrito Federal, Ricardo Quirino, ele destacou a existência de diversos tipos de agressões ao idoso: Há a violência física, como abuso e maus tratos físicos; violência por negligência ou abandono, que os priva de medicamentos, cuidados de higiene e proteção contra o frio ou o calor; violência econômica praticada por familiares, pessoas conhecidas – ou até desconhecidas – que se apropriam do dinheiro e dos bens adquiridos pelo idoso durante a vida. “A legislação é clara e pune agressores com pena de 4 a 12 anos de prisão. Portanto, as vítimas precisam denunciar, através do Disque 100. É uma ferramenta para denunciar maus tratos, assim como a PM pode auxiliar”, acrescentou.