04_PONTO_BannerWeb-728x90px.gif

Ônibus do Entorno do DF terão sistema de bilhetagem automática; saiba como vai funcionar

Usuários terão cartão único para pagar passagens nas linhas de ônibus e metrô. Empresas têm cinco meses para instalar equipamentos.


Sistema permitirá o pagamento das viagens de transporte semiurbano e a integração operacional entre os serviços do DF e do entorno. | Foto: Divulgação/Semob

Todas as 396 linhas que realizam o transporte do Entorno do Distrito Federal vão passar a ter bilhetagem automática. A decisão foi publicada no Diário Oficial do DF (DODF) desta quinta-feira (10) e as empresas têm cinco meses para instalar os equipamentos necessários para o funcionamento do Sistema de Bilhetagem Automática (SBA).


O Banco do Brasília (BRB) será o responsável pelos cadastros de usuários, confecção e distribuição dos cartões, além da gestão da bilhetagem eletrônica do Entorno. Os passageiros poderão usar o mesmo cartão para pagar passagens de ônibus e de Metrô. Os usuários do transporte semiurbano também irão contar com pontos de atendimento presencial e canais para atendimento a distância, criados pelo BRB. Desde a extinção do DFTrans, o banco é responsável por administrar o sistema de bilhetagem eletrônica no DF.

Diminuir a circulação de dinheiro nos ônibus

Segundo a Secretaria de Transporte e Mobilidade do DF (Semob), um dos objetivos da medida é reduzir a circulação de dinheiro nos ônibus e aumentar a segurança nas viagens.


Em 2020, a Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP-DF) registrou 921 roubos no transporte público. Em 2021, em meio à pandemia de Covid-19, o número caiu para 633 -- uma redução de cerca de 30%.


Segundo a Semob, o sistema de bilhetagem automática vai permitir que a pasta planeje e fiscalize a prestação de serviços das operadoras do transporte rodoviário do Entorno. Conforme a secretaria, serão armazenados dados dos veículos, a regularidade das viagens e a quantidade de passageiros transportados.

"Esses dados serão usados para melhorar a programação das linhas e a oferta de viagens", diz a Semob.

Os contratos com as empresas de tecnologia que fornecerão os equipamentos para os ônibus serão analisados pela secretaria antes da implementação dos validadores.

728x90.gif